O governador João Doria, o vice-governador Rodrigo Garcia e o secretário estadual da Habitação, Flavio Amary em lançamento do programa Nossa Casa, ao lado das demais autoridades Nossa Casa-CDHU anuncia 169 unidades para Cerqueira César


Habitação
Nossa Casa-CDHU anuncia 169 unidades para Cerqueira César
Governo havia anunciado no meio da semana os municípios contemplados com o programa habitacional, entretanto, não havia dito a quantidade de unidades destinadas a cada cidade, o que acontece agora
Colaborou: Assessoria de Imprensa - Secretaria Especial de Comunicação
29/09/2019 • 17:10:35
Atualizada:
29/09/2019 • 08:48:10
  • O governador João Doria, o vice-governador Rodrigo Garcia e o secretário estadual da Habitação, Flavio Amary em lançamento do programa Nossa Casa, ao lado das demais autoridades
    O governador João Doria, o vice-governador Rodrigo Garcia e o secretário estadual da Habitação, Flavio Amary em lançamento do programa Nossa Casa, ao lado das demais autoridades

 



Dezenove municípios da região de Sorocaba e quatro do Sudoeste Paulista, já aderiram ao programa Nossa Casa e vão receber um total de 2.272 novas unidades habitacionais nessa primeira etapa.



A primeira fase do programa, apresentada pelo governador João Doria, pelo secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, e pelo presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino, na quarta-feira (25/09), no Palácio dos Bandeirantes, começa com a construção de 26.735 unidades habitacionais em mais de 120 municípios do Estado.



Neste primeiro momento o governo anunciou os municípios, no entanto, não havia dito quantas unidades cada cidade iria receber, o que acontece agora. A meta é construir 60 mil moradias até o ano de 2022.



Durante o evento foram lançadas três modalidades do programa: Nossa Casa-CDHU, Nossa Casa-Apoio e Nossa Casa-Preço Social.



Na região de Sorocaba, onde inclui a região Sudoeste Paulista, os beneficiados são Cerqueira César, Taquarituba, Riversul e Iaras.



Na modalidade Nossa Casa-CDHU, foram destinadas 169 unidades para Cerqueira César, 161 em Iaras, 220 em Riversul e 200 em Taquarituba. No total serão 2.272 unidades.



Primeira fase



Nesta primeira fase do programa, das 26.735 unidades habitacionais já previstas, 11 mil serão construídas em 114 municípios pela modalidade Nossa Casa-CDHU, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Outras 15.735 serão fomentadas pela modalidade Nossa Casa-Apoio, voltada para entidades e empresas. Destas, 5.025 unidades são para municípios da Região Metropolitana de São Paulo e as demais unidades estarão localizadas em municípios do interior e litoral do Estado. Já a modalidade Nossa Casa-Preço Social viabilizará a construção de moradias com a iniciativa privada a preços reduzidos.



"Políticas públicas feitas de forma correta são contínuas e não dependem de vontade política, mas de vontade de governo, de comportamento, de atitude. Este programa é, neste momento, o mais vigoroso programa de habitação popular do País e está sendo feito aqui no Estado de São Paulo", enfatizou Doria.



O Nossa Casa foi instituído pelo Decreto estadual nº 64.419 e estima investimento de R$ 1 bilhão na construção 60 mil unidades até 2022. O programa promoverá parcerias entre o Estado, as prefeituras e a iniciativa privada para fomentar a produção de unidades habitacionais para famílias de baixa renda.



Nas três modalidades, a Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Agência Casa Paulista, concederá subsídios de até R$ 40 mil, conforme a renda das famílias. Será possível contar ainda com subsídios federais e utilizar o FGTS no financiamento habitacional, quando disponível. Desta forma, o valor das prestações ficará compatível com a capacidade de pagamento das famílias.



Nossa Casa-CDHU



Nesta modalidade, as unidades serão edificadas em terrenos doados pelos municípios e caberá à CDHU a elaboração dos projetos e o chamamento empresarial para selecionar as empresas que executarão o empreendimento. A contratação das construtoras será feita pela Caixa Econômica Federal e os subsídios serão concedidos para quem tem renda familiar mensal de até cinco salários mínimos.



Os terrenos para as primeiras 11 mil unidades já foram disponibilizadas pelos municípios, os projetos estão prontos e as obras serão iniciadas em até 90 dias, com a conclusão prevista para 2021.



À CDHU compete, ainda, a seleção dos beneficiários, por meio de sorteio, antes do início das obras. Conforme a ordem de classificação do sorteio, as famílias serão encaminhadas à Caixa para a obtenção do financiamento habitacional. As prestações só começarão a ser pagas após a entrega do imóvel.

 


























































Veja também ...

Itararé ganha playground para crianças com deficiência
 
Na tarde desta quinta-feira (10) o prefeito de Itararé Heliton do Valle e secret&a...

DIG de Avaré realiza operação contra quadrilha acusada de furtar mais de 20 residências
 
A Polícia Civil de Avaré está realizando uma operação ...

Em Taquarituba, mulher é atacada por estranho e tem braço perfurado, possivelmente por uma seringa


Uma mulher de 27 anos foi furada por um homem ainda desconhecido, na manhã desta sexta-...

Garoto de 14 anos e dois jovens de Cerqueira César são as vítimas fatais do acidente na vicinal entre Cerqueira César a Manduri
 
Um grave acidente foi registrado na manhã desta segunda-feira, dia 14, por volta d...

Com as sinceras desculpas: Criança do acidente próximo a Bernardino de Campos, felizmente não morreu!

Informações repassadas por um jornal parceiro, no início da tarde desta qu...

Nossa Missão é Integrar a Região   •   Todos os Direitos Reservados   •   http://www.sudoestepaulista.com.br