A carnificina não para: onça parda é atropelada e morta próximo a estação ecológica e floresta estadual - sudoestepaulista

A carnificina não para: onça parda é atropelada e morta próximo a estação ecológica e floresta estadual

Grandes áreas de Cerrado ainda preservados na região, onde vivem animais ameaçados de extinção são margeadas pela movimentada SP-280.

Muitos, provavelmente milhares passaram pelo local, ignoraram a tragédia e seguiram suas vidas; entretanto, sempre tem alguém de bom coração e, nesse caso, um motorista ao ver o belo animal, vítima das garras humanas, se sensibilizou e tirou um tempo para registrar e alertar sobre o problema, que na verdade é uma verdadeira carnificina, onde milhões de animais silvestres são mortos todos os anos nas estradas brasileiras.


De acordo com um ativista ambiental que enviou as imagens à redação do Portal do Sudoeste Paulista, o motorista encontrou a onça parda, um macho adulto e grande, morta por atropelamento, as margens da Rodovia Castelo Branco.


A onça foi morta durante essa madrugada de sábado, 6, no município de Águas de Santa Bárbara, exatamente no km 290, altura do bairro Domélia.


Importante notar que o trecho da rodovia corta importantes áreas de matas nativas e preservadas do que restou do Cerrado na região.


Estação Ecológica Santa Bárbara e a Floresta Estadual, localizadas entre os municípios de Águas de Santa Bárbara, Cerqueira César e Iaras são áreas relevantes para a pressionada fauna do bioma Cerrado, onde vivem animais ameaçados de extinção, como o Tamanduá-Bandeira.


Gatos silvestres, veado mateiro, onça parda, jaguatirica e lobo guará, são algumas das espécies que habitam a região e estão a mercê dos atropelamentos pois necessitam cruzar a rodovia em busca de alimentos e parceiros para acasalamento.


O trecho da SP-280 em questão é de responsabilidade da concessionária CCR-SPVias que inclusive tem um pedágio instalado na região onde constantemente animais são mortos atropelados.


A declarada ativista ambiental, a redação do Portal do Sudoeste Paulista, quer saber da concessionária quantos corredores ecológicos o trecho possui, já que é extremamente necessário e quais os investimentos são feitos para, ao menos mitigar o problema que, junto da destruição das matas nativas e da caça predatória, as rodovias são os maiores algozes da fauna paulista e brasileira.


Que este caso, ao menos, não passe despercebido e em vão e que sirva de alerta aos motoristas apressados e desatentos. Vale ressaltar que os animais de nossa fauna têm hábitos noturnos, portanto, é durante a noite que se deve redobrar a atenção, pois a região Sudoeste Paulista é habitat, ainda, para muitos e lindos animais silvestres.

Confira o vídeo no link – https://youtube.com/shorts/0ibfynILPIg

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

Modelar Box

ADS

BELLA PIZZA

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *