A luta para que Luiz Henrique retornasse a Taquarituba chegou a fim - sudoestepaulista

A luta para que Luiz Henrique retornasse a Taquarituba chegou a fim

Após longos 2 anos e 10 meses, a família finalmente conseguiu vencer a batalha contra o sistema, mas com a ajuda da justiça.

Após longos e difíceis meses no hospital da Unesp em Botucatu, a família de Luiz Henrique, finalmente conseguiu que ele retornasse a sua terra natal, Taquarituba, onde poderá ficar perto de seu pai e irmã. Ainda que esteja condenado a um leito de hospital por toda sua vida, a possibilidade em tê-lo por perto é uma conquista imensurável para a família.


Após passar por várias cirurgias na cabeça devido a uma grave doença, o pequeno taquaritubense que completou 11 anos em setembro último, passou a “viver”, no hospital da UNESP em Botucatu, pois as autoridades do município relutavam em atender aos reiterados pedidos da família para que fosse viabilizado o retorno de Luiz para Taquarituba, até que o caso ganhou repercussão midiática e foi parar na justiça.


Numa decisão extremamente humana, a juíza da Comarca de Taquarituba, Diana Cristina Silva Spessotto, deu 60 dias para que tanto Prefeitura, como Santa Casa, fizessem o esforço necessário para acabar com o drama, sob pena de multas diárias.


Expedido o prazo, a família ainda teve que esperar mais um pouco, pois a Prefeitura entrou com recurso contra a decisão judicial, o que foi negado, culminando finalmente no retorno de Luiz Henrique à Taquarituba, neste último dia 25.


Foram logos 2 anos e 10 meses até que o caso finalmente ganhasse um final satisfatório. Nesse tempo a mãe Gislaine Maria de Lima, passava a semana com o filho e os finais de semana com esposo e filha. Por muito tempo ela teve que dormir numa cadeira.


Nesse tempo a família passou por grandes dificuldades, já citadas nas matérias anteriores que o leitor pode conferir, e se não teve o respaldo de políticos, Luiz e família conseguiram guarida através da comunidade local, que através de atividades altruístas, incluindo até bingos, conseguiram a ajuda crucial para continuar a luta que ainda continua pois como já foi salientado, o problema de Luiz Henrique é irreversível, tendo que ser acompanhado por profissionais 24 horas por dia.


Essa foi uma emblemática luta, de muitas que ocorrem todos os dias, entre o problemático sistema e a população brasileira. Neste fim de semana, Régis Gimenez, pai de Luiz Henrique, postou uma mensagem de agradecimento e imagens do filho, nas redes sociais. Confira abaixo.

A luta para que Luiz Henrique retornasse a Taquarituba chegou a fim - sudoestepaulistaLuiz Henrique está condenado a “viver” num leito de hospital, mas ao menos, agora está em Taquarituba, junto da família
A luta para que Luiz Henrique retornasse a Taquarituba chegou a fim - sudoestepaulistaLuiz Henrique no leito hospitalar preparado especialmente para ele, na Santa Casa de Taquarituba
A luta para que Luiz Henrique retornasse a Taquarituba chegou a fim - sudoestepaulistaFamília se unia somente durante visitas ao hospital em Botucatu, onde Luiz ficou por quase 3 anos
A luta para que Luiz Henrique retornasse a Taquarituba chegou a fim - sudoestepaulistaLuiz Henrique e sua inseparável mãe, antes de tudo acontecer

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *