Através das redes sociais golpistas usam fotos de crianças nuas para atrair vítimas na região - sudoestepaulista

Através das redes sociais golpistas usam fotos de crianças nuas para atrair vítimas na região

Alerta vem de autoridades de Coronel Macedo, mas vale para toda região; qualquer ligação suspeita procurem a Delegacia de Polícia mais próxima.

Uma onda de golpes tem preocupado tanto autoridades como munícipes da cidade de Coronel Macedo. Para tanto, a Polícia Civil alerta sobre o novo golpe que vem ocorrendo não só na cidade, mas também na região.


De acordo com informações obtidas junto a Delegacia de Polícia de Coronel Macedo, homens recebem solicitação de amizade de uma mulher via Facebook, aceitam e começam a conversar, até que a mulher manda um número de telefone celular para poder conversar através do aplicativo WhatsApp e assim que a conversa flui, a mesma começa a mandar fotos íntimas “NUDES” e a solicitar fotos também.


Depois da troca de algumas fotos e de posse do número do telefone da vítima, um homem se passando por policial, passam a dialogar com a vítima, dizendo que estão com os pais da mulher que na realidade seria uma menina de 13 ou 14 anos, que querem fazer um boletim de ocorrência pela prática do crime de Pedofilia, mas, que se a vítima pagar certa quantia em dinheiro, ele tem como segurar a ocorrência, sem registrar o boletim.


Continuando com as informações passadas, eles pedem valores altos e acabam negociando de acordo com o que a vítima vai informando involuntariamente a ele, chegam a citar números de documentos das vítimas e até nome de familiares. Fazem ameaças de prisão caso não sejam feitos depósitos ou transferências de valores.


Segundo relatos de vítimas, os números são de DDD, dos Estados de Santa Catarina, Bahia, e Rio Grande do Sul. Mandam fotos do suposto policial com identificação (Carteira Funcional, distintivos) e chegam a mandar fotos de policiais sendo presos por fazerem parte de quadrilhas de pedófilos.


“Fica aqui o alerta, não aceitem esse tipo de solicitação de amizade, não adicione seu número de celular no aplicativo WhatsApp para esse tipo de conversa, e, por último, não faça depósitos ou transferências de qualquer valor que seja, pois, se fizer um, solicitarão outros e assim continua a prática do golpe. Se você foi ou está sendo vítima, não apague os contatos, vídeos, áudios, fotos, números de telefones, contas do Facebook, comprovantes de depósitos ou transferências, imprimam todo esse material e procure uma Delegacia de Polícia mais próxima para registro de ocorrência”, alerta a Polícia Civil de Coronel Macedo.

Através das redes sociais golpistas usam fotos de crianças nuas para atrair vítimas na região - sudoestepaulista

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *