Bombeiros de Itaí resgatam Tamanduá Bandeira de área de condomínios - sudoestepaulista

Bombeiros de Itaí resgatam Tamanduá Bandeira de área de condomínios

O jovem animal estava em um local recheado de perigos à sua vida.

.

A Estação de Bombeiros de Itaí resgatou um Tamanduá Bandeira de uma área de condomínios, nas proximidades da Prainha de Itaí, por volta do meio dia, dessa sexta-feira, 22.

De acordo com o Bombeiros, moradores das casas dos condomínios que margeiam a represa Jurumirim, temerários pela segurança do bicho que figura entre as espécies ameaçadas de extinção, na lista de vulneráveis, acionaram a corporação.

Muitos fatores estavam contra a presença do tamanduá, um jovem e sem ferimentos, que o colocava em sérios riscos.

O local por ser próximo a Rodovia SP 255 – João Melão, com a possibilidade do animal atravessar a pista, podendo até causar acidentes, também tinha o agravante da grande presença de cachorros na área, podendo ser vítima de ataques.

Os Bombeiros Valderi e Cabo Galvão, capturaram o animal e com auxílio de moradores, o precioso integrante de nosso bioma, o cerrado, foi levado até uma região mais segura, propícia para seu desenvolvimento.

É no estado de nossa fauna, de nosso bioma: cada vez mais exprimidos, expulsos, assassinados e invadidos. Por sorte, hoje em dia, temos além de uma mudança de comportamento humano, o Corpo de Bombeiros, sempre acionados quando nossa fauna está em apuros.

De acordo com o Wikipédia, o tamanduá-bandeira (nome científico: Myrmecophaga tridactyla), é um mamífero xenartro da família dos mirmecofagídeos, encontrado na América Central e na América do Sul. É a maior das quatro espécies de tamanduás e, junto com as preguiças, está incluído na ordem Pilosa. Tem hábito predominantemente terrestre, diferente de seus parentes próximos, o tamanduá-mirim e o tamanduaí, que são arborícolas. O animal mede entre 1,8 e 2,1 metros de comprimento e pesa até 41 kg. É facilmente reconhecido pelo seu focinho longo e padrão característico de pelagem. Possui longas garras nos dedos das patas anteriores, o que faz com que ande com uma postura nodopedálica. O aparelho bucal é adaptado a sua dieta especializada em formigas e cupins, mas em cativeiro ele pode ser alimentado com carne moída, ovos e ração, por exemplo.

Bombeiros de Itaí resgatam Tamanduá Bandeira de área de condomínios - sudoestepaulista Bombeiros resgatam Tamanduá Bandeira de área de condomínios, em Itaí
Bombeiros de Itaí resgatam Tamanduá Bandeira de área de condomínios - sudoestepaulista Confira também o vídeo, logo abaixo.
Bombeiros de Itaí resgatam Tamanduá Bandeira de área de condomínios - sudoestepaulistaVídeo mostra o resgate do Tamanduá Bandeira, pelos Bombeiros de Itaí:

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *