Carnaval sem excessos: dicas para alimentação saudável e consciente durante a folia - sudoestepaulista

Carnaval sem excessos: dicas para alimentação saudável e consciente durante a folia

Especialista recomenda atenção redobrada na alimentação e hidratação.

.

Quem gosta de “pular” Carnaval praticamente se prepara para uma maratona. Além de sapatos confortáveis e roupas leves, a alimentação e hidratação devem ser adequadas para o grande gasto energético decorrente do período.

 

A alimentação saudável ajuda a manter a energia e a disposição necessárias para aproveitar ao máximo as festividades. Paloma Popov, professora do curso de Nutrição do Centro Universitário de Brasília (CEUB), indica medidas para evitar danos à saúde do folião.



Alimentação:
nas festas de carnaval, geralmente a pessoa está exposta ao sol e ao calor. Portanto, o folião deve consumir carboidratos, lipídios, proteínas, vitaminas e sais minerais, com um aporte de gordura menor. “Se o percentual de gordura for alto, como o consumo de uma feijoada, pode ocorrer um desconforto gastrointestinal. O melhor é optar por refeições leves, que incluam com todos os nutrientes”, destaca.



Hidratação:
água é sempre a melhor opção. Água de coco, isotônicos e sucos fruta são bem-vindos, mas sempre associados à água fresca. “Os sucos naturais são muito interessantes para proporcionar uma energia de rápida absorção, proveniente dos carboidratos simples extraídos das frutas”.



Energéticos:
cuidado com as bebidas energéticas, sobretudo se consumidas em excesso.

 

Após uma jornada intensa de gasto de energia, o energético pode atrapalhar o descanso adequado do corpo, tirando o sono e dando uma falsa sensação de energia, por conta da cafeína e taurina. “Com a função estimulante, o energético acaba retardando a necessidade de descansar. Deste modo, por não ter o descanso adequado, o folião pode perder outros dias de festa”, alerta a nutricionista.



Energético e Álcool:
a mistura pode levar a um consumo maior de álcool, devido ao aumento da euforia causada pela ingestão das bebidas energéticas, que contêm altos ativos estimulantes. “Essa sensação pode provocar problemas digestivos, fadigas musculares e até problemas cardíacos”, revela.



Comida de rua:
é importante prestar atenção para o que se come, pois a falta de controle higiênico sanitário pode trazer riscos à saúde e episódios de intoxicação alimentar. “As Doenças Transmitidas por Alimentos, se multiplicam devido a microrganismos e parasitas que podem comprometer os benefícios proporcionados pela nutrição equilibrada”, alerta a professora.

Carnaval sem excessos: dicas para alimentação saudável e consciente durante a folia - sudoestepaulistaPaloma Popov, professora do curso de Nutrição do Centro Universitário de Brasília (CEUB)

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

ADS

Meines

Modelar Box

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *