Casal que matou Anderson Rosseto é condenado a mais de 35 anos de prisão - sudoestepaulista

Casal que matou Anderson Rosseto é condenado a mais de 35 anos de prisão

Gustavo Henrique Antunes Ferreira Machado deverá cumprir 46 anos de prisão, em regime fechado. Já a companheira dele, Maria Luiza Zanardi Leite, foi condenada a 36 anos de prisão.

O casal acusado de assassinar a facadas o motorista de aplicativo farturense, Anderson Rosseto, e esconder o corpo em um açude, na região rural de Taguaí, foi condenado pelos crimes de latrocínio e ocultação de cadáver. A audiência ocorreu na terça-feira (18), no Fórum de Fartura.


De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Gustavo Henrique Antunes Ferreira Machado deverá cumprir 46 anos de prisão, em regime fechado. Já a companheira dele, Maria Luiza Zanardi Leite, foi condenada a 36 anos de prisão.


O caso


O crime foi registrado no dia 29 de março de 2022, depois que um produtor rural encontrou o corpo de Anderson Carlos Rosseto, seminu, boiando na água e com marcas de facadas. Nas proximidades, os policiais também identificaram rastros de pneus e pegadas.


Conforme o registro policial, o carro do motorista foi achado estacionado em um barracão da propriedade e equipes policiais começaram a ouvir moradores da região. Entre as testemunhas, Maria Luiza, que confessou ter ajudado a esconder o corpo e apontou o companheiro, de 25 anos, como autor do crime.


Na época, a jovem alegou ter sido obrigada a participar da ocultação do cadáver. No entanto, por meio da investigação, policiais descobriram que ela também contribuiu para o planejamento e assassinato.

Casal que matou Anderson Rosseto é condenado a mais de 35 anos de prisão - sudoestepaulistaGustavo Henrique Antunes Ferreira Machado deverá cumprir 46 anos de prisão, em regime fechado

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *