Corpo do caminhoneiro é finalmente retirado das profundezas do Rio Paranapanema - sudoestepaulista

Corpo do caminhoneiro é finalmente retirado das profundezas do Rio Paranapanema

André Dias relatava a familiares e amigos que tinha medo de passar sobre pontes e cair, por isso não utilizava cinto de segurança.

Os três idosos que estavam no carro foram retirados do Rio Paranapanema, o primeiro já na segunda-feira e os outros dois no final da tarde de terça-feira, 21. O motorista da carreta André Dias de Oliveira, de 42 anos, foi o último a ser encontrado.


O caminhão semirreboque continua submerso, entretanto, no início dessa tarde de quarta-feira, 22, o motorista foi enfim encontrado pelos mergulhadores do Corpo de Bombeiros.


De acordo com o Corpo de Bombeiros de Itaí, o caminhoneiro estava preso na cabine do caminhão e foi retirado das águas profundas do Rio Paranapanema no início da tarde.


André Dias de Oliveira, de 42 anos, de Assis, tinha como destino Ourinhos onde iria descarregar uma carga de adubo. O motorista do primeiro caminhão atingido teve apenas ferimentos leves.


Familiares do motorista da carreta disseram para as equipes socorristas, no local dos fatos, que André Dias sempre falava em seu medo de cruzar pontes, por isso, não utilizava cinto de segurança, temendo justamente o que aconteceu.


O trabalho de resgate envolveu equipes do Corpo de Bombeiros de Itaí, Avaré, Piraju, Itapetininga e Sorocaba. A profundidade do rio no local, foi o grande problema enfrentado pelos bombeiros, cerca de 15 metros.


Antônio Toledo do Amaral, de 79 anos, Antônia Rivera do Amaral, de 76 anos e Benedita da Silva Pereira, de 74 anos, são as vítimas que estavam no automóvel que, ao que tudo indica, fazia uma ultrapassagem proibida.


A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente, mas inicialmente, obteve a informação de que o idoso e motorista do carro tentava ultrapassar o caminhão semirreboque na parte aterrada da ponte, em local de faixa contínua, mas acabou batendo de frente com outro caminhão, um Mercedes Benz, que seguia no sentido contrário, ou seja, interior/capital.


A corporação também estuda uma forma de retirar o caminhão de dentro da água. Nas primeiras tentativas de içamento do pesado, cabos de aço arrebentaram.

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *