Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulista

Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré

Fica a medonha pergunta: Se área verde dentro da cidade está sendo destruída, como deve estar a natureza avareense? Nosso imprescindível Cerrado, com sua rica flora e fauna?

Um pequeno, mas importante resquício de mata, uma das poucas que ainda restam na mitigada “floresta urbana” de Avaré, está sendo destruído vagarosamente, bem debaixo do nariz das autoridades competentes e vizinhança. A redação do Portal, muito apegada à causa ambiental, entrou em contato com as autoridades responsáveis, mas tanto Polícia Militar Ambiental quanto Secretaria de Meio Ambiente, disseram desconhecer o problema.

De acordo com uma denúncia recebida pela redação do Portal do Sudoeste Paulista, um pecuarista e inimigo do meio ambiente, deliberadamente colocou seu rebanho, algo em torno de 20 cabeças de gado, para pastar e consumir a mata verde protegida, como também uma área de reflorestamento que por sinal, prospera quase nada. A área verde em questão faz ‘fronteira’ com o residencial Água Branca I, região leste da cidade de Avaré.

A área é delimitada por cercas de alambrados e placas colocadas pela incorporadora que construiu o bairro, tentam impedir invasão e deterioração da sensível vegetação, mas o ser humano é deveras inconsequente e coloca sua necessidade em primeiro e muitos pecuaristas e agricultores, sem nenhuma preocupação com o futuro do planeta e da humanidade, aos poucos vão destruindo o que resta.

O quê cabe a nós imaginar como está a natureza que fica afastada de nossos olhos, se até a localizada em plena área urbana, é destruída? No último incêndio em mata registrado em Avaré, no aeroporto municipal, praticamente área urbana, a vegetação nativa foi completamente destruída, vítima do fogo que começou perto da pista que liga o aeroporto à cidade.

Polícia Ambiental diz que seu foco é a área rural, as matas e águas que circundam nossa cidade, já a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, diz que depende de denúncias para poder agir. O Portal tentou contato com o Secretário da pasta, o ambientalista Judésio Borges, que não atendeu nossas insistentes ligações. Também tentamos falar com o comandante da base da Polícia Ambiental de Avaré, mas não obtivemos sucesso.

Judésio era um ambientalista ativo. Antes de se tornar Secretário do Meio Ambiente, na administração Jô Silvestre, vivia denunciando crimes ambientais, contudo, desde quando começou a ganhar um bom salário pelo seu cargo, simplesmente não fez mais denúncias. O Secretário desapareceu. Vale lembrar que a administração Jô Silvestre instaurou a “Lei da Mordaça”, em todos os setores e pastas, tornando complicada a comunicação entre imprensa e secretários.

Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulistaCerca de 30 por cento da mata já foi comida ou pisoteada pelos ruminantes. Imagem Google Maps

De acordo com a denúncia, 30% ou mais, da área verde e que deveria ser protegida, dentro da cidade, repito, já foi comida ou pisoteada pelos ruminantes de propriedade de um ser humano que não merece respeito e consideração de sua comunidade. Enquanto isso, o fiscal da Secretaria de Meio Ambiente que falou com a reportagem, prometeu ir até o local e verificar a denúncia.

Cientistas de todo o planeta nos alertam há anos que, devido ao aumento da destruição de matas e nascentes, poluição desenfreada e falta de políticas ambientais sérias, estamos muito próximo de alcançar um ponto sem volta. Tamanha a falta de vontade ambiental do Governo Paulista, se retrata em nossa “força fiscalizadora”, a Polícia Militar Ambiental. A região Sudoeste Paulista é composta por 32 municípios, onde existem somente duas bases da PM Ambiental, com poucos policiais e equipamentos e para piorar, a base de Piraju foi fechada.

Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulistaGado pastando em área verde e protegida, dentro da cidade de Avaré e ninguém sabe de nada
Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulista
De acordo com a denúncia, 30% da vegetação já foi destruída pelos ruminantes
Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulistaPlaca instaladas no local deixa claro as regras ambientais, que estão sendo quebradas em plena cidade de Avaré
Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulistaGado pastando em área verde e protegida, dentro da cidade de Avaré, mas a não ser uma pessoa, parece que ninguém mais viu
Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulistaMata urbana de Avaré sendo destruída em baixo dos narizes de nossas autoridades. Imagem Google Maps
Denúncia: gado pasta em área verde e de reflorestamento, em plena área urbana de Avaré - sudoestepaulistaPlaca instalada no local deixa claro as regras ambientais, mas sem fiscalização nada adianta

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *