Editorial: É hora de separar os políticos corajosos dos covardes, os homens dos meninos - sudoestepaulista

Editorial: É hora de separar os políticos corajosos dos covardes, os homens dos meninos

Louvável as atitudes políticas de Avaré e Piraju; em contrapartida muitos parlamentos da região se acovardam e se escondem.

Tempos difíceis cabem decisões difíceis, tempos obscuros necessitam de coragem e, mesmo esse veículo de comunicação, que nunca (mas nunca mesmo) elogia político, é dever editorial nosso de enaltecer a coragem dos vereadores de Avaré e Piraju, que arriscaram uma manobra corajosa quanto as restrições impostas pelo Governo do Estado, através do Plano SP e colocaram suas economias de volta ao trabalho. Louvável!

Sem trabalho não tem dinheiro e sem dinheiro não existe saúde que perdure.

Consideradas as duas maiores economias do lado norte da região Sudoeste Paulista, Avaré e Piraju, duas estâncias turísticas, provaram que não são economias pujantes à toa. Apesar de políticas titubeantes e muitas das vezes questionáveis, é realmente em tempos duros como esse, em que homens de verdade surgem e arriscam suas reputações na busca de um norte melhor.

No contraponto dessa ousadia política, estão outras cidades da região, onde os políticos preferem espalhar que Avaré e Piraju vão “se darão mal” e já estariam sofrendo com sanções por parte do Governo Doria, como também o comércio está sendo massacrado pela fiscalização com pesadas multas (tudo falácia). Tudo conversa evasiva para se furtarem de uma teoricamente arriscada Lei Municipal que definiu comércios não essenciais, como essenciais, permitindo a abertura quase que total da economia local, em plena Fase Vermelha.

Tem político viajando a passeio, outros em Brasília (não tem ninguém lá) e outros dizem que estão na ALESP, em busca de apoio de seus deputados, tem político escondido em seu rancho, como também tem Casas de Leis que praticamente ainda não funcionaram esse ano. Tem até prefeito fazendo vista grossa e permitindo, sem fiscalizar, que seu comércio funcione como se fossem bandidos, trabalhando as escondidas. Vergonha!

Depois que comerciantes pressionaram, vereadores e prefeito de Avaré entenderam o momento e conseguiram, em união política rara, deliberar e encontrar uma solução palpável.

Piraju seguiu Avaré e seu Parlamento aprovou Lei semelhante, mas o prefeito, nada arrojado vetou. Sem hesitar, os vereadores não recuaram e derrubaram o veto do prefeito Zé Maria. Parabéns vereadores, pois sem vontade de fazer a diferença e coragem de guerreiro em tempos de guerra contra um inimigo mortal, recuar não é sensato.

Mediante uma solução encontrada e já posta em prática, outras cidades da região preferiram não seguir os líderes. Com um governo Doria enfraquecido politicamente e um Plano SP sem nenhuma vereda, políticos da região acovardados, descompromissados e inexperientes, deixam suas economias ao alento, se desvanecendo aos poucos e com uma previsão de recuperação, completamente incerta.

Se o maldito vírus é mortal, a fome também é. Se os hospitais estão saturados é claro e evidente que não é culpa dos sempre vazios comércios “não essenciais”. Ônibus intermunicipais andam por aí lotados, bancos abalroados e festas consideradas clandestinas e até festas familiares acontecendo desenfreadamente e pior, muitas das vezes com a participação desses mesmos políticos covardes e inservíveis, a não ser para deliberar sobre leis inócuas.

Como diz aquele narrador de UFC: “é hora de separar os homens dos meninos.”

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *