Empresários de Avaré, Buri, Capão Bonito e Itapeva são alvo de Operação da Receita Federal - sudoestepaulista

Empresários de Avaré, Buri, Capão Bonito e Itapeva são alvo de Operação da Receita Federal

Operação Resina Fria combate sonegação fiscal com uso de empresas de fachada; Estimativa é que tenham sido sonegados mais de R$ 15 milhões em tributos federais.

.

A Receita Federal, os Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público dos Estados de São Paulo e do Rio Grande do Sul, as Secretarias da Fazenda dos dois estados e a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo deflagraram, na manhã desta quarta-feira (17), a Operação Resina Fria.


O objetivo é obter provas relativas a operações fraudulentas utilizadas para a prática de sonegação fiscal.


Estão sendo cumpridos 17 mandados de busca e apreensão em residências, empresas e escritórios dos investigados.


As ações ocorrem além dos municípios de Guarujá e Mostardas (RS), em 4 cidades da região Sudoeste Paulista. Foram cumpridos 6 mandados em Itapeva, 4 em Buri, 1 em Avaré e 2 em Capão Bonito.


Operação Resina Fria


A Receita Federal apurou a existência de supostas empresas de fachada, localizadas na região de Itapeva-SP, responsáveis pela emissão de notas fiscais frias com mercadorias descritas como “goma de resina” para a geração de créditos fictícios de tributos.


Essas empresas teriam sido constituídas com “laranjas” em seu quadro societário. Por exemplo, uma empresa de fachada que teria emitido mais de R$ 2 milhões em notas fiscais fraudulentas tinha como sócia uma pessoa que trabalhava como seringueira, ou seja, na extração de resina, e recebia salários modestos.


Há indícios de que o esquema envolveria a emissão de notas fiscais fraudulentas trocadas entre estabelecimentos dos estados de São Paulo e do Rio Grande do Sul.


Além disso, produtores rurais teriam realizado a venda de resina de pinus sem a emissão do correspondente documento fiscal e, consequentemente, sem o recolhimento do Imposto de Renda e do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural).


Há procedimentos fiscais em curso e outros serão iniciados. Estima-se que foram sonegados mais de R$ 15 milhões em tributos federais.


Colaborou: Assessoria de Imprensa da Receita Federal

Empresários de Avaré, Buri, Capão Bonito e Itapeva são alvo de Operação da Receita Federal - sudoestepaulistaDinheiro foi apreendido durante operação contra a sonegação de impostos em Guarujá e nos quatro municípios da região Sudoeste Paulista
Empresários de Avaré, Buri, Capão Bonito e Itapeva são alvo de Operação da Receita Federal - sudoestepaulista

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *