Exclusivo: Pesquisa revela números da economia do Sudoeste Paulista - sudoestepaulista

Exclusivo: Pesquisa revela números da economia do Sudoeste Paulista

Pesquisa IPC Maps realizada em todo o Brasil, revela dados dos 32 municípios de nossa região, atendendo a pedido do Portal. Confira o infográfico completo.

Após um ano marcado por prejuízos irreparáveis na maior parte dos setores econômicos do Brasil — e mesmo que ainda vivenciando a pandemia —, o consumo das famílias deve recuperar parte do seu fôlego e movimentar cerca de R$ 5,1 trilhões ao longo deste ano — o que representa um aumento de 3,7% em relação a 2020, a uma taxa também positiva de 3,17% do PIB. A estimativa é do estudo IPC Maps 2021, especializado há quase 30 anos no cálculo de índices de potencial de consumo nacional, com base em dados oficiais.


Atendendo a um pedido do Portal do Sudoeste Paulista
o IPC separou, de forma muito gentil, e nos enviou os números referentes aos 32 municípios que compõem a região Sudoeste Paulista.


E com exclusividade divulgamos aos nossos queridos leitores, números nunca antes exibidos ao público regional. Como exemplo é número de empresas que atuam no Sudoeste Paulista: 106.696. São muitos números interessantes estampados no infográfico abaixo.


Além dos números de economia/consumo, a pesquisa também acompanha os dados do último censo e traz dados populacionais. Nos 32 municípios, veja mapa abaixo, somos mais de 620 mil habitantes com pouco mais de 103 mil morando na zona rural.


Falando em zona rural, a pesquisa revela outro dado importante e que corrobora com as previsões que tínhamos, sobre qual setor lidera a economia regional. Claro, que é o agronegócio, e disparado. Com um consumo per Capta/ano de R$ 24.370.88 para os que moram nas cidades e de R$ 16.377.30, para os residentes na zona rural, o número de empreendimentos agropecuários, chamados de Agrobusiness lidera absoluto, seguido do setor de serviços, comércio e por fim, a indústria.


Segundo Marcos Pazzini, sócio da IPC Marketing Editora e responsável pela pesquisa, o crescimento esperado para este ano é satisfatório, já que as perdas registradas em 2020, em função do isolamento social imposto pela pandemia, vão demorar para ser esquecidas. “Aos poucos, os brasileiros tentam voltar à rotina normal, e é isso que estimulará o consumo em 2021”, aposta.


A pesquisa mostra que, em momentos de crise como a do ano passado, mercados já consolidados tendem a reagir com maior facilidade e a se recuperar mais rapidamente do que os menores e/ou fora dos grandes centros.


Esta edição do IPC Maps aponta, ainda, a redução na quantidade de domicílios das classes C1 e C2, o que elevará o número de residências nos demais estratos sociais. “A migração de domicílios dessas duas classes impactará positivamente o consumo dos grupos D/E, com uma vantagem de 15,5% sobre os valores de 2020”, explica o especialista. Já, os estratos A, B1, B2 e C2 terão crescimento abaixo da média.

Exclusivo: Pesquisa revela números da economia do Sudoeste Paulista - sudoestepaulistaColaborou IPC Maps/Lívia Aragão – Mccomm
Exclusivo: Pesquisa revela números da economia do Sudoeste Paulista - sudoestepaulistaExclusivo: Pesquisa revela números da economia do Sudoeste Paulista - sudoestepaulista

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *