Homem é posto em liberdade após advogado provar que testemunha mentiu - sudoestepaulista

Homem é posto em liberdade após advogado provar que testemunha mentiu

Caso envolvia medida protetiva e mulher mentiu para que ex fosse preso.

.

Um cidadão de Tejupá, teve decretada sua liberdade após advogado provar que a testemunha havia mentido no depoimento ao delegado de polícia.


Preso há mais de 90 dias, o homem está sendo acusado de ter descumprido medida protetiva da Lei Maria da Penha em dezembro de 2021.


Após a autoridade policial receber a denúncia, instaurar o inquérito e ouvir as testemunhas, foi requerida sua prisão preventiva. Ao acatar o pedido, a Justiça mandou prender o acusado e o encaminhou para o CPD de Cerqueira César.


Ao desconfiar que a testemunha de acusação mentiu durante o depoimento no inquérito policial, o advogado de defesa do homem acusado reuniu novas provas e uma declaração da própria testemunha de acusação reconhecendo que havia mentido durante o depoimento para a autoridade policial.


Após a Justiça ser informada das falsas alegações da acusação, a prisão preventiva acabou sendo revogada e o acusado foi posto em liberdade no dia 27 de abril, cessando uma grande injustiça.


Diante dos fatos apresentados pelo advogado, o Ministério Público e o Poder Judiciário entenderam que os elementos que ensejaram a prisão se enfraqueceram.


O caso vem sendo reconhecido como de muita eficiência da defesa técnica que, insatisfeita com a prisão, buscou incessantemente todos os meios legais para colocar o cliente em liberdade. A defesa foi feita por um escritório de advocacia da cidade de Avaré.

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *