Maior empregadora de Taquarituba, indústria anuncia aviso prévio para todos os 380 funcionários - sudoestepaulista

Maior empregadora de Taquarituba, indústria anuncia aviso prévio para todos os 380 funcionários

Há 25 anos no ramo de alimentos, Ki-Kakau também é garantia de rendimentos para mais de 250 pessoas, de forma indireta.

Parece que o setor que mais emprega mão de obra na região Sudoeste Paulista, o de confecções, é somente a ponta do iceberg da grande onda de desempregos que ameaça a região em detrimento ao maldito coronavírus. Na tarde desta sexta-feira, 27, a redação do Portal conseguiu contato com o proprietário da empresa que mais emprega na cidade de Taquarituba e o cenário é devastador.

Antonio Jacob, dono da Ki-Kakau e também proprietário da Fofinho, em Barra Bonita, falou com a redação do Sudoeste Paulista sobre a decisão de colocar todos os colaboradores em Aviso Prévio.

Segundo o empresário, que está há 25 anos no mercado de doces, a indústria alimentícia taquaritubense emprega atualmente 380 funcionários, com 250 indiretos. A decisão foi tomada nesta quinta-feira, 26, durante reunião com a equipe de trabalho.

Jacob revelou que a indústria irá produzir até o próximo dia 18 de abril, “a fábrica não irá fechar, contudo, as vendas despencaram pois 70% de nossa clientela é de lojas do tipo 1,99, de festas, bombonieres, e todas estão fechadas, ficando inviável nossa produção.” A empresa atualmente produz somente para formar estoque e o setor comercial continuará operando até o final do estoque, contou Jacob, que espera uma solução viável por parte do Governo que até agora apresentou planos de ajuda para empresas com rendimento anual de até 10 milhões de reais, o que não é o caso da Ki-Kakau.

“É uma medida preventiva, onde queremos é proteger nossos funcionários e salvaguardar a empresa”, falou Jacob. “Se até o dia 25 de abril, o cenário atual não melhorar, todos serão demitidos, sem exceção”, contou o empreendedor de uma empresa que já alcançou até o mercado externo, com clientes em vários países do Mercosul.

De acordo com Jacob, a medida tomada pela empresa fará com que todos os demitidos tenham acesso aos seus direitos trabalhistas, como FGTS e Seguro Desemprego. “Iremos transferir para o governo a responsabilidade de arcar com parte dos direitos trabalhistas aos nossos colaboradores nos próximos meses, como também garantimos nossa parte, com o pagamento de todos os deveres que nos compete, inclusive os 40% da multa rescisória.” Disse.

“É um prejuízo muito grande para a indústria, mas é a única solução que encontramos”, revelou o industriário que se diz extremamente preocupado com o difícil momento.

Finalizando a conversa realizada via telefone, Jacob contemporizou “a empresa garante a todos que por ventura forem demitidos, uma readmissão futura, proporcionalmente em acordo com a velocidade da recuperação econômica do país. Se antes do término desse aviso prévio já houver recuperação do cenário, os contratos serão mantidos e o aviso prévio será cancelado.”

Maior empregadora de Taquarituba, indústria anuncia aviso prévio para todos os 380 funcionários - sudoestepaulistaAntonio Jacob, proprietário da Ki-Kakau,  de Taquarituba

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *