Mais um caso de pedofilia em Avaré? homens invadem casa para matar idoso que estava com garota de 14 anos - sudoestepaulista

Mais um caso de pedofilia em Avaré? homens invadem casa para matar idoso que estava com garota de 14 anos

Movimentação intensa de policiais no Bairro Brabância chamou a atenção de moradores. Autoridades policiais mais uma vez não atenderam a reportagem.

.

Passava um pouco das 15hs dessa segunda-feira, 30, quando uma grande confusão chamou a atenção de moradores do Bairro Brabância, em Avaré. Segundo informações colhidas pela reportagem do Portal, trata-se de mais um caso de pedofilia no município.


De acordo com um morador da rua onde os fatos se desenrolaram, dois homens invadiram a casa de um idoso que estava sendo acusado de acolher, uma menor.


Parentes da garota, os homens enraivecidos queriam matar o suspeito.


Não se sabe como, mas o idoso, muito conhecido no bairro e também na cidade, conseguiu ajuda e a Polícia Militar compareceu em peso na residência localizada na Rua Humberto Morbio.


Após idas e vindas e muita confusão, foi constatado que de fato, poderia estar acontecendo um caso de pedofilia, pois a garoto de 14 anos, foi encontrada junto do suspeito.


O que se sabe até então, é que o idoso fora levado para a Delegacia de Defesa da Mulher, onde também seguiu a menina, acompanhada do Conselho Tutelar.


Os dois homens que queriam matar o suposto pedófilo também foram levados à delegacia.


A redação mais uma vez tentou contato com a Seccional de Polícia Civil e também com o 53º BPM/I da Polícia Militar e, mais uma vez, os telefones só tocaram.

Mais um caso de pedofilia em Avaré? homens invadem casa para matar idoso que estava com garota de 14 anos - sudoestepaulistaMuita polícia em frente a casa do idoso acusado de pedofilia

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

Modelar Box

ADS

BELLA PIZZA

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *