Mal havia retornado da cadeia, "velho" traficante é novamente preso em Itaí - sudoestepaulista

Mal havia retornado da cadeia, “velho” traficante é novamente preso em Itaí

Ao investigar furto numa UBS, Polícia Civil chegou até o contumaz criminoso de 66 anos.

.


A Equipe do Setor de Investigações da Delegacia de Itaí, sob a coordenação do Dr. Luiz Fernando Rotelli, prendeu em flagrante, na manhã de quarta-feira, primeiro dia desse mês de junho, um indivíduo pelo crime de tráfico de entorpecentes.


A Equipe realizava diligências visando o esclarecimento de um furto praticado em uma Unidade Básica de Saúde – UBS da cidade e averiguava informações sobre um indivíduo que estaria recebendo diversos objetos, derivados de furtos e roubos como pagamento pelo fornecimento de substâncias entorpecentes.


Durante as diligências os policiais civis localizaram o endereço do investigado, morador na Vila Capitão Cesário, onde encontraram diversos objetos e droga.


Uma máquina de solda escondida em um dos cômodos (cuja procedência será investigada); um invólucro plástico, com 8 porções de substância semelhante ao “crack”, escondido em uma cavidade da parede da cozinha; uma balança digital, com resquícios dessa droga, no armário da cozinha e também um rolo de fita adesiva branca com as mesmas características dos invólucros que embalavam as porções de droga encontradas.


O indivíduo, um idoso de 66 anos, recém egresso do sistema penitenciário, onde cumpria pena pelo mesmo crime, ou seja, tráfico de entorpecentes, foi conduzido à Delegacia de Itaí onde foi novamente autuado em flagrante. O contumaz criminoso aguarda audiência de custódia.

Mal havia retornado da cadeia, "velho" traficante é novamente preso em Itaí - sudoestepaulistaBalança e droga apreendidas pela Polícia Civil de Itaí, com traficante de 66 anos, recém egresso da cadeia pelo mesmo crime

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *