Motociclista morre ao bater moto em traseira de carreta em Arandu - sudoestepaulista

Motociclista morre ao bater moto em traseira de carreta em Arandu

Acidente aconteceu na Rodovia Diamantino Monteiro Gama.

.

Um jovem de 26 anos morreu ao bater a moto em que pilotava, uma Yamaha XTZ250, num caminhão carreta Scania, modelo T124, de uma empresa de transportes, placas de Itaí, dirigida por um caminhoneiro de 62 anos, natural de Taquarituba.


O fatídico aconteceu, segundo o Boletim de Ocorrência que o Portal do Sudoeste Paulista teve acesso, ocorreu as 19:52hs, desta quarta-feira, 9, no km 6+600mts, da Rodovia Diamantino Monteiro da Gama, estrada que liga o município de Arandu até a Rodovia Salin Antonio Curiati.


O trecho é uma curva muita fechada e íngreme, conhecido como acesso a fazenda Santa Rosa.


Diego Machado de Pontes, 26 anos, morreu ainda no local, constatado na chegada dos primeiros socorristas. Estiveram atendendo a ocorrência, uma equipe do Corpo de Bombeiros e policiamento rodoviário.


O condutor do caminhão carregado com 33 toneladas de trigo, que saiu de Arandu com sentido a Paranapanema, relatou aos policiais que, quando na subida da fazenda Santa Rosa ouviu um barulho que o fez parar o pesado. Ao descer da cabine, viu a moto e o motoqueiro caído na via.


Ainda segundo as declarações de uma terceira testemunha, uma mulher que dirigia seu carro, registradas no Boletim de Ocorrências, seguia atrás do pesado, quando notou a moto se aproximando.


Depois de ser ultrapassada a mulher viu quando a moto começou a ziguezaguear na pista, culminando na colisão violenta contra a traseira do caminhão que por motivos da subida íngreme, transitava lentamente.


A perícia técnica da Polícia Civil também esteve no local colhendo materiais para contribuir na elucidação das causas desse acidente fatal.

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *