Perseguido por caça da FAB, avião com mais de 500kg de cocaína faz pouso forçado em Santa Cruz do Rio Pardo - sudoestepaulista

Perseguido por caça da FAB, avião com mais de 500kg de cocaína faz pouso forçado em Santa Cruz do Rio Pardo

Aeronave de pequeno porte foi parar em uma plantação de soja; segundo a polícia, dois ocupantes conseguiram fugir.

O avião de pequeno porte que fez pouso forçado na área rural de Caporanga, distrito de Santa Cruz do Rio Pardo, na manhã desta quarta-feira (18), estava transportando mais de 500 quilos pasta base de cocaína e era perseguido por um caça da Força Aérea Brasileira (FAB).

Para escapar do acompanhamento, o piloto fez a manobra em uma plantação de soja onde aconteceu a aterrissagem.

A Polícia Federal (PF) investiga se o avião chegou a ser alvejado, mas a Polícia Civil de Santa Cruz do Rio Pardo confirmou que a queda aconteceu durante um pouso forçado.

Segundo as primeiras informações passadas pela Polícia Militar de Ourinhos, dois homens estariam na aeronave e conseguiram fugir em meio à plantação. Em nota, a PF só confirma por enquanto a existência do piloto no avião.

Os suspeitos são procurados pelos policiais que foram ao local, inclusive, com apoio do helicóptero Águia, da base da Polícia Militar de Bauru, e de cães farejadores.

A aeronave e a droga foram levadas para a sede da PF de Marília. Após a contagem da apreensão, a PF informou que foram contabilizados 500 tabletes da droga, sendo 250 de cocaína e outros 250 de pasta base de cocaína. A pesagem final registrou 528,5 quilos de droga.

A aeronave está com o Certificado Aeronavegabilidade (CA) suspenso. O CA é documento emitido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A PF de Marília informou em nota que a aeronave sobrevoava o oeste do estado de São Paulo, vindo da região fronteiriça, sendo acompanhada desde então por uma aeronave da FAB, que ordenou que o piloto efetivasse o pouso imediato em um aeroporto ou aeródromo da região.

O piloto, no entanto, não atendeu à determinação e realizou o pouso forçado na área rural, o que danificou o avião.

Sem plano de voo

A FAB confirmou a interceptação na manhã desta quarta-feira da aeronave que vinha do Paraguai e entrou no espaço aéreo brasileiro. Na operação, a FAB utilizou os caças A-29 Super Tucano.

Os radares dos Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) detectaram a aeronave entrando no território nacional por volta das 7h20.

Como não havia plano de voo, os caças foram acionados, segundo a FAB, “com todas as suas capacidades de emprego”.

Neste momento, os meios de defesa aérea foram acionados. A PF também foi avisada, segundo a FAB, por se tratar de uma aeronave fazendo uma rota de tráfico de drogas já conhecida.

Perseguido por caça da FAB, avião com mais de 500kg de cocaína faz pouso forçado em Santa Cruz do Rio Pardo - sudoestepaulistaInterior do avião estava totalmente ocupado por fardos com tabletes de pasta base de cocaína — Foto Polícia Federal
Perseguido por caça da FAB, avião com mais de 500kg de cocaína faz pouso forçado em Santa Cruz do Rio Pardo - sudoestepaulistaNa operação de interceptação, FAB utilizou os caças A-29 Super Tucano — Foto CB Silva Lopes-FAB

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *