Pitukinha à Nathália e Filé: “Minha vontade é dar um tiro na cabeça de vocês dois” - sudoestepaulista

Pitukinha à Nathália e Filé: “Minha vontade é dar um tiro na cabeça de vocês dois”

Presidente da Câmara teria tido essa frase quando apontava o revólver em direção ao prefeito e sua, até então, companheira.

Após denunciar com exclusividade a polêmica envolvendo os três principais políticos do município de Fartura e, colocar a população local em polvorosa, onde a maioria dos comentários nas redes sociais pede a cassação do mandato dos envolvidos para “limpar” a honra da comunidade farturense, a Redação do Portal do Sudoeste Paulista teve acesso aos Boletins de Ocorrência que documentam tanto o dia das ameaças proferidas pelo presidente da Câmara, como o da sua prisão em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo.

Na quinta-feira, 21, conforme relata o boletim policial, Nathália Geraldo procurou a Delegacia de Polícia da cidade noticiando que foi ameaçada pelo seu companheiro Fernando Emilio Bertoni, o qual convive há um ano e meio. Dessa relação que andava bastante conturbada, tiveram uma filha que atualmente tem três meses de vida. Nathália deixa bem claro que as circunstâncias se devem a desconfiança de Pitukinha de que ela estaria tendo uma relação amorosa com o prefeito Luciano Filé.

Conforme relatos da vice-presidente da Câmara, na noite de segunda-feira, 18, ela procurou seu amásio, pois ela também desconfiava de algumas traições que teria descoberto durante a gestação, mas decidiu manter o relacionamento, convencida de que tudo seria diferente com a chegada da bebê.

Entretanto, antes da conversa que acabou não ocorrendo, Pitukinha teria visto no celular de Nathália, uma mensagem enviada a Filé, dizendo “Me abandonou”, o que se tornou mais uma lenha na fogueira.

Em sua defesa, Nathália alega que Filé é um amigo de longa data e que a amizade existe desde antes de conhecer seu companheiro.

Em vez da conversa, ocorreu uma discussão entre o casal. Aos gritos, Pitukinha teria tido à mãe de sua filha, que ela não tinha vergonha na cara e que no dia seguinte ele resolveria isso. Mostrando que a relação andava muito conturbada, Nathalia revelou em depoimento que já havia um tempo que não dormiam na mesma cama e ressaltou que Pitukinha tinha ciúme do Filé e já tinham discutido pelo mesmo motivo.

Na terça feira, 19, durante à tarde, quando seus pais estavam em sua casa para ver a neta, Pitukinha chegou e pediu para ela entrar no carro, onde já estava o prefeito Luciano Filé.

Com o trio dentro do carro, uma discussão séria aconteceu ao ponto que, dominado pelo ciúme, o presidente da Câmara, apontando o revólver em direção a Nathália e Filé, teria tido “minha vontade é dar um tiro na cabeça de vocês dois”, ao passo em que balançava a arma, direcionada principalmente para Filé, que estava no banco da frente.

Após tais momentos de grande apreensão, o enciumado político teria parado novamente o carro na frente da residência do casal e, novamente mostrando a arma para Nathália teria dito “olha aqui” e em seguida mandou ela descer do veículo.

Mais tarde, Pitukinha retornou à casa e não quis mais falar com sua companheira que decidiu se trancar em seu quarto com a filha por estar com muito medo. No dia seguinte, após Pitukinha negar deixar a casa, seus pais buscaram Nathália e filha, para ficar com eles. Ela teria tentado retornar no outro dia, contudo, seu companheiro novamente se negou a deixar o lar.

Devido a situação, Nathália acabou por solicitar ante as autoridades policiais, as Medidas Protetivas de Urgência que lhe conferem a Lei Maria da Penha para que Pitukinha se afaste do
lar e não mantenha mais nenhum tipo de contato visando a preservação de sua integridade física e psicológica.

Pitukinha que não foi encontrado pela Redação do Portal do Sudoeste Paulista para falar sobre o caso, após ter sua liberdade afiançada em R$ 5 mil, ainda responderá por quatro crimes: Violência Doméstica, Violência Psicológica Contra a Mulher, Ameaças de Morte e Posse Ilegal de Arma de Fogo.

Devido as ameaças contra a vida e a presença de armamento na polêmica que chocou a população farturense e região, foi realizado na manhã de sábado, 23, a pedido da Delegada responsável pelo inquérito que apura o caso, Dra. Jordana Rueda Amorim, o cumprimento de um mandato de busca e apreensão, expedido pela Justiça e cumprido pela DIG de Avaré, sob a responsabilidade do delegado João Luiz de Almeida.

No veículo de Fernando Pitukinha, os policiais localizaram atrás do banco do passageiro, numa repartição, o revólver, calibre 38, da marca Taurus, municiado com seis projéteis intactos e com numeração suprimida. Sem registro da arma e documento de posse, o presidente da Câmara acabou preso em flagrante.

Pitukinha à Nathália e Filé: “Minha vontade é dar um tiro na cabeça de vocês dois” - sudoestepaulista

SS Consultoria

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *