Polícia Militar é chamada e evita furto a igreja em Taquarituba - sudoestepaulista

Polícia Militar é chamada e evita furto a igreja em Taquarituba

Quando a PM chegou ao local o larápio ainda estava agindo e foi preso em flagrante.

.

Quando o ser humano não tem princípios, nem igreja escapa de suas maldades. Exemplo aconteceu na cidade de Taquarituba, onde a PM evitou que um homem levasse objetos da igreja católica, da paróquia de São Roque.


Em consonância com as informações repassadas pelo 53º BPM/I, um chamado na manhã desta quarta-feira, 10, para averiguar um possível arrombamento notado por fiéis, a uma janela da igreja, evitou o furto que estava em andamento.


Quando chegaram na igreja, os policiais encontraram um forno micro-ondas e um umidificador de ar, do lado de fora da igreja, já no jeito para ser levado.


Como tudo ainda era recente, os policiais iniciaram patrulhamento pelas redondezas, momento em que avistaram um homem, de 47 anos, que mudou sua atitude ao ver os policiais.


Abordado e revistado, foi encontrado com o suspeito, em seu bolso, produtos alimentícios, reconhecidos pelos cuidadores da igreja, como sendo de propriedade da paróquia.


Para confirmar a autoria do furto, os policiais checaram as imagens das câmeras de segurança do templo religioso e lá estava, no vídeo, o suspeito efetuado o arrombamento e a retirada dos objetos.


Mediante os fatos, o homem recebeu voz de prisão, e conseguinte encaminhado ao Plantão Policial, onde foi autuado em flagrante delito pelo Crime de Furto Qualificado, permanecendo à disposição da justiça.


Conforme declarou o 53º BPM/I, a ação da Polícia Militar fez com que o infrator da lei, não mais importunasse a tranquilidade da população taquaritubense.

Polícia Militar é chamada e evita furto a igreja em Taquarituba - sudoestepaulista

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *