Resgate a tamanduá-bandeira atropelado em Fartura chama a atenção - sudoestepaulista

Resgate a tamanduá-bandeira atropelado em Fartura chama a atenção

É mais fácil o animal agonizar até morrer no local, mas não foi o que aconteceu, dessa vez. Em risco de extinção, bicho luta há 8 dias para sobreviver a graves ferimentos.

Um caso de resgate a um animal de nossa combalida fauna, atropelado em uma rodovia da região, chamou a atenção da reportagem. Não é costume alguém se solidarizar por um tamanduá atropelado e socorrê-lo. Mas foi o que aconteceu em Fartura.

De acordo com a Comunicação da Prefeitura de Fartura, a Clínica Veterinária, órgão ligado à Coordenadoria de Agricultura e Meio Ambiente, acolheu, na quinta-feira, 15, um tamanduá-bandeira resgatado por um morador que preferiu não se identificar, vítima de um atropelamento na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, que liga Fartura à Taguaí.

De acordo com Patrícia Garcia, responsável pela clínica, por se tratar de uma espécie silvestre, a equipe acionou o Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens (CEMPAS), da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu.

A Clínica Veterinária está situada na Chácara Municipal e recebe tanto animais domésticos como silvestres. O telefone para contato é o (14) 3382-1792.

O Portal do Sudoeste Paulista entrou em contato com o CEMPAS, para sabermos do tamanduá. Fomos atendidos pelo Veterinário Gabriel Camargo. Ele nos contou que é um animal macho e adulto. Está em estado crítico e corre risco de morrer.

O veterinário disse que tudo ser possível fazer pelo tamanduá está sendo feito. Mas seu estado clínico é complicado. Com traumatismo craniano, ossos da face, e ossos do antebraço quebrados o animal está vivendo a base de soro e sonda no estômago.

Nesses oito dias em que luta pela vida, o tamanduá não evoluiu, mas a luta continua. Gabriel contou que não irão desistir do bicho que sofre demasiadamente com atropelamentos nas estradas da região. “Enquanto houver chances, vamos continuar lutando por e com ele. Mas infelizmente, se o animal não evoluir para melhora, seu sofrimento terá de ser interrompido por uma eutanásia.” É torcer por um milagre.

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *