Timburi registra o primeiro caso de contaminação pelo novo coronavírus - sudoestepaulista

Timburi registra o primeiro caso de contaminação pelo novo coronavírus

Prefeitura pede que pessoas de fora, evitem visitar o município durante o período de quarentena

De acordo com a última estatística divulgada pelo IBGE, Timburi conta com cerca de 2.646 habitantes e é, junto de Óleo, os dois menores municípios da região Sudoeste Paulista. Em se tratando da pandemia do novo coronavírus, é o menor da região com registro de contaminação.

A prefeitura do município divulgou agora a pouco, no final da tarde desta quarta-feira, 29, o primeiro caso de Covid-19 na cidade. A pessoa (uma mulher) está em isolamento, sendo monitorada pela equipe da saúde.

Segundo fontes a contaminação pode ocorrido durante o último feriado, haja visto que Timburi, apesar de pequenino, atrai muitos turistas devido sua paisagem exuberante e margeada pelo belo Rio Paranapanema, cobiçado por amantes da pescaria. Por esse motivo, em nota a prefeitura local recomenda aos munícipes que peçam para seus parentes e amigos que residem fora do município, se possível evitar viagens neste período para Timburi.

Timburi faz parte dos 3 novos municípios da região que registraram os primeiros casos de contaminação pelo novo coronavírus. Os outros dois são Paranapanema e Ribeirão Branco. Ambos os municípios com 1 caso cada.

Estado registra 2.247 mortes

Pelo segundo dia consecutivo, o Estado de São Paulo confirma cerca de 200 em um período de 24h. Nesta quarta-feira (29), SP registra 2.247 óbitos por coronavírus, 198 a mais que ontem.

Com o avanço da COVID-19 para o interior, litoral e Grande São Paulo, já são 808 vítimas fatais fora da capital. Já houve um ou mais óbitos em 144 municípios, no total.

Casos também já foram confirmados em 314 cidades, totalizando 26.158 pessoas infectadas. Entre estas, 9.520 residiam fora da cidade de São Paulo.

Mais de 600 novas internações ocorreram desde ontem, totalizando 8,6 mil pessoas em atendimento nos hospitais de SP. Hoje, há 3.445 pacientes em UTI e 5.175 em enfermaria.

Consequentemente, cresceram as taxas de ocupação dos leitos de UTI para atendimento a COVID-19, chegando a 68,7% no Estado de São Paulo e 85,1% na Grande São Paulo.

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais, estão 1.309 homens e 938 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 73,9% das mortes.

Observando faixas etárias subdividas a cada dez anos, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (559 do total), seguida por 60-69 anos (490) e 80-89 (449). Também faleceram 158 pessoas com mais de 90 anos. Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (293 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 (183), 30 a 39 (85), 20 a 29 (22) e 10 a 19 (7), e um com menos de dez anos.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,9% dos óbitos), diabetes mellitus (43,8%), doença renal (11,9%), pneumopatia (11,6%), e doença neurológica (11,3%). Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e hepática.

Esses fatores de risco foram identificados em 1.835 pessoas que faleceram por COVID-19 (81,7%) do total.

Timburi registra o primeiro caso de contaminação pelo novo coronavírus - sudoestepaulista

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *