Vereador em Itararé acusado de homofobia escapa de perder o mandato - sudoestepaulista

Vereador em Itararé acusado de homofobia escapa de perder o mandato

Parlamento aplicou pena branda ao edil, sob alegação de que Fernando FH é inexperiente na política.


.

Em sessão de julgamento realizada nesta quarta-feira (14/07) foi votado e aprovado por unanimidade o relatório final da Comissão Processante (CP) que propunha a punição do vereador Fernando FH com censura escrita.


A comissão considerou que houve quebra de decoro parlamentar pelo vereador ao usar nas redes
sociais palavras e expressões homofóbicas, agindo de forma preconceituosa e discriminatória, de potencial ofensivo para parcela da sociedade, principalmente para a comunidade LGBTQIA+.


O relatório final aponta que o fato teve grande repercussão na mídia trazendo prejuízos à honorabilidade do Legislativo e até mesmo à imagem do município.


Como atenuante a CP destaca que o próprio acusado já reconheceu e confessou a infelicidade das expressões utilizadas, em retratação pública. Não há também prova do dolo, ou seja, intenção íntima do vereador em ser preconceituoso.


Além disso, para não aplicar uma sanção máxima, como perda ou suspensão do mandato, a CP levou em consideração a inexperiência do denunciado — o fato se deu no quarto mês do seu primeiro mandato como parlamentar —  o que pode explicar a falta de tato político e diplomático que um representante do povo deve ter.

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

CASA DO MECÂNICO

ADS

Meines

BELLA PIZZA

Modelar Box

LPNET

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *