Viciado em crack mata idoso a pauladas para roubar dinheiro e veículo - sudoestepaulista

Viciado em crack mata idoso a pauladas para roubar dinheiro e veículo

Assassino foi pego pela PM com o carro da vítima, voltando de passeio com amigos, onde consumiram muita droga a custas de uma vida.

O viciado no maldito crack, Fabiano Lima do Amaral, 31 anos, solteiro e com residência no bairro CDHU, cidade de Paranapanema, confessou à policiais militares após ser flagrado com o carro roubado, que matou o idoso Antonio de Paula Gomes, de 80 anos, a golpes de pauladas.


De acordo com Boletim de Ocorrências que o Portal do Sudoeste Paulista teve acesso, o idoso que morava sozinho tinha sido vítima do viciado, dois dias antes do crime. No dia 16, Fabiano invadiu a casa de Antonio e, de posse de um pedaço de pau e uma faca, lhe roubou 300 reais, segundo ele próprio, para comprar crack.


Sabendo que no dia seguinte (17) o idoso havia registrado boletim de ocorrências, Fabiano sempre sob influência do crack, então planejou novo roubo, talvez por retaliação. Neste mesmo dia em que Antonio procurou a Polícia Civil, Fabiano novamente invadiu sua casa e, desta vez, foi muito além.


Após agredir o idoso a pauladas, até a morte, Fabiano roubou 2 mil reais e segundo ele próprio, passou as horas seguintes consumindo crack, até que na manhã do dia seguinte, sexta-feira, 18, voltou na casa do idoso, provavelmente já morto, pegou as chaves da Saveiro e saiu com amigos, consumindo a maldita droga, indo até mesmo passear na represa, num local conhecido como Ilha do Sol.


Nesse interim, um vizinho e próximo à vítima, já sabendo do primeiro roubo e notando sua ausência, ao ver que seu carro não estava na garagem, falou com outros populares e um deles disse ter visto Fabiano circulando pela cidade com a Saveiro do idoso. Foi no final da tarde que criou coragem e entrou na casa do amigo, o encontrando sem vida, caído pelo chão da cozinha.


Sabendo do ocorrido, uma radiopatrulha da Polícia Militar, por volta das 18:30hs, se deparou com a Saveiro, dirigida por Fabiano, voltando da Ilha do Sol, junto de amigos. Todos admitiram que estavam “chapados”. Após longo interrogatório, os policiais militares constataram, a priori, que os dois viciados que estavam com o assassino, não tinham ligação com o crime.


Com antecedentes criminais, o assassino Fabiano Lima foi enquadrado no crime de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Sem direito a fiança ele está preso de forma preventiva.


De acordo com o Boletim de Ocorrências, Fabiano tem personalidade inclinada para o crime. Dependente químico do devastador crack, o assassino tentou várias internações para se livrar do vício, mas sem sucesso.

Cegarra Imóveis

BOM DA PESCA

Santa Cruz – Funerária

ADS

Meines

Modelar Box

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *